16 de out de 2013

Ao percorrer o caminho

Ao percorrer o caminho
Ouvi dizer que havia uma pedra
Deparei-me com algo muito pior
A dor aguda da perda e a falta de esperança
Que leva embora qualquer rascunho de sorriso
Ao percorrer o caminho
O sonho ruiu ao soprar do vento
Como se fosse um castelo de cartas
Ou de areia quem sabe,
Afinal, ambos não resistem às intempéries da vida
Ao percorrer o caminho
O que foi, já não é mais, o que vivi ficou pra trás
Afoguei-me nas águas da emoção?
Só me sobrou a sombria escuridão?
Ao percorrer o caminho
A tal pedra estava lá
Um tanto diferente, é verdade.
Mas se parecia com a pedra angular
Ao percorrer o caminho
Um estranho apareceu
No caminho de Emaús
O que era morto reviveu.

Guto

Nenhum comentário:

Postar um comentário