19 de jun de 2017

Profecia

Chegamos a tal ponto da história humana onde o Homem não pensa em nada além de si mesmo.
Até mesmo a fauna e a flora entram na lista de descartáveis, como se a natureza um dia não fosse cobrar tamanho desdém.
O que vemos hoje é o que foi profetizado lá atrás, por toda uma geração que ainda respirava ares de bom senso. Era anunciado que chegaria o tempo em que as flores não cresceriam mais. O alecrim, acostumado com o clima árido, murcharia.
O sapo, que vez ou outra se recusava a lavar o pé, o que lhe proporcionada odores desagradáveis, se mandou e nunca mais se viu notícias.
O lambari, peixe simpático e conhecido por ser fanático por futebol morreu.
Tudo isso por que o ribeirão que proporcionava vida a todo esse eco sistema, secou.
E hoje em tempos de sombrios sonhamos com um futuro melhor, mas a pergunta que fica: Será tarde demais?

Gutowm

Nenhum comentário:

Postar um comentário