9 de dez de 2009

Ingrata Espécie

A natureza e seus encantos,
Traz a multidão de gotas de esperança,
Rompendo o sinistro som da madrugada.
Um elixir que causa espanto e prazer
Pelo simples som ao se derramar sobre o telhado.
E brotando a aurora
O frio e a escuridão sentem-se tímidos,
Ao ver surgir no horizonte o astro maior,
Que com a imponência de um rei
Chega com luz e calor
Presenteando com o dia
A mais ingrata das espécies.

Guto

Nenhum comentário:

Postar um comentário